Diferença entre cálculo de custos e contabilidade de custos (com tabela)

Durante o período industrial, os negócios começaram a se expandir e surgiu a necessidade de um sistema de rastreamento de despesas e preços. Desde então, o cálculo de custos e a contabilidade de custos se tornaram uma prática comercial essencial.

Um sistema de registro e determinação de preços do processo de produção e produtos tornou-se comum. O termo moderno para o mesmo é chamado de contabilidade de custos. O cálculo de custos é um processo imperativo para a contabilidade de custos.

Custo vs contabilidade de custos

A diferença entre o cálculo de custos e a contabilidade de custos é que o cálculo de custos é o processo de reconhecer o custo de um produto ou serviço, ao passo que a contabilidade de custos é um mecanismo de análise de despesas de uma empresa.

O custeio é essencialmente o processo de avaliação dos preços e custos dos produtos. É um sistema de determinação do funcionamento financeiro interno. A contabilidade de custos, por outro lado, é um ramo da contabilidade que determina as despesas incorridas em um empreendimento, por meio do registro, análise e previsão de dados de custos, e emite demonstrativos para os mesmos.


 

Tabela de comparação entre cálculo de custos e contabilidade de custos (em formato tabular)

Parâmetro de ComparaçãoCusteioContabilidade de custos
DefiniçãoUm método usado para determinar a quantidade de um produto ou serviço a qualquer momentoUm mecanismo de contabilidade, análise e interpretação de dados de custo
SignificadoProcesso ou técnicaRamo de contabilidade
ImportânciaNão é usado para tomada de decisãoÉ uma ferramenta importante para a gestão determinar o planejamento futuro e orçamentos.
PrincípiosNão usa princípios contábeisA aplicação dos princípios contábeis é importante.
EscopoLimitarLargo

 

O que é custo?

Custeio é um processo que funciona dentro de um sistema de atribuição de custos a produtos e serviços em uma empresa. Fundamentalmente, o custeio envolve a atribuição de custos para clientes, funcionários, processos, canais de distribuição e até subsidiárias.

O processo de custeio não é estático. Frequentemente envolve 'custo variável'. Esses custos mudam em relação a coisas como atividade de mercado, resposta do cliente, etc. Esse método também é conhecido como custo direto. Um bom exemplo de tal custeio é o custeio de eletrônicos. O preço dos produtos muda em resposta a outras tecnologias futuras.

Outras formas de custeio incluem o custeio por absorção; tais custos permanecem os mesmos, independentemente de outros fatores. O custo atribuído é, portanto, fixo. por exemplo, custos de seguro e aluguel.

O processo de custeio envolve determinar o valor de um produto calculando e adicionando o custo de produção. Isso também se aplica a serviços em uma empresa.

O Costing torna-se ainda mais relevante para as empresas que gerenciam a produção em grande escala. O Costing, nesses casos, envolve a determinação de todos os gastos da empresa que estão envolvidos no processo de produção. Isso envolve a identificação de custos trabalhistas, custos diretos e outras despesas gerais. O custo por unidade dependerá dessas despesas.

Existem dois objetivos principais de custeio;

  1. Relatório Interno: O cálculo de custos permite que o gerenciamento identifique despesas desnecessárias e divida métodos para aumentar a lucratividade.
  2. Relatório Externo: O sistema de alocação de custos permite o registro de todos os custos no balanço das empresas. É essencial manter esse inventário.

A atribuição de custos pode ser feita por meio de custeio de trabalho, custeio de processo e / ou custeio padrão.

 

O que é contabilidade de custos?

A contabilidade de custos refere-se ao processo em que todas as despesas da empresa são reconhecidas com o objetivo de manter a eficiência de custos. É uma prática empresarial que possibilita o planejamento estratégico e o gerenciamento de metas, proporcionando visibilidade transparente das informações de custos.

O processo de contabilidade de custos inclui a determinação da quantidade de dinheiro gasta em produtos e processos de serviços em uma organização. Envolve ainda a classificação das despesas para análise. Os objetivos da contabilidade de custos incluem determinar o custo por unidade produzida, analisar o custo das operações e processos, identificar fontes de desperdício e minimizar gastos desnecessários, determinando a rentabilidade máxima.

Além disso, a contabilidade de custos fornece um sistema confiável de auditoria de custos, para evitar erros fraudulentos. Isso ainda fornece informações confiáveis para a gerência e operativos. A administração utiliza essas informações para projetar programas de redução de custos e planejar melhores controles orçamentários.

A contabilidade de custos ajuda a melhorar a eficiência, identificando e fixando os preços das atividades dentro do empreendimento. Além disso, permite determinar as necessidades de estoque e para o futuro, evitando situações de excesso e falta de estoque. Todas essas medidas coletivamente auxiliam no melhor planejamento e compensação de perdas.

A contabilidade de custos também é conhecida como contabilidade gerencial. É uma ferramenta importante para a gestão, para entender o controle atual e planejar os empreendimentos futuros de um negócio. Os elementos da contabilidade de custos incluem estoque de materiais, mão de obra e despesas gerais. A contabilidade de custos é um processo regulatório que controla todas as atividades relacionadas a preços e custos e determina despesas e lucratividade.


Principais diferenças entre cálculo de custos e contabilidade de custos

  1. O custeio refere-se ao método de cálculo do custo de um produto ou serviço em determinado ponto, enquanto a contabilidade de custos é um mecanismo de registro, análise e interpretação dos gastos ocorridos por uma empresa em um determinado período de produção.
  2. O cálculo de custos é uma técnica de avaliação de custos, enquanto a contabilidade de custos é um ramo da contabilidade de custos, aplicações e cálculos.
  3. O cálculo de custos trata de determinar, reduzir ou controlar o custo dos produtos ou produção por unidade, enquanto a contabilidade de custos coleta dados que podem ser usados pela administração de uma empresa para entender e prever a lucratividade e planejar orçamentos futuros.
  4. O cálculo de custos não aplica os princípios básicos da contabilidade, enquanto a contabilidade de custos se baseia na aplicação desses princípios.
  5. O cálculo de custos faz parte da contabilidade de custos, enquanto a própria contabilidade de custos envolve muitos outros mecanismos. A contabilidade de custos não se limita apenas ao cálculo de custos.

 

Conclusão

Um negócio envolve várias atividades que ajudam a mantê-lo. O rastreamento de despesas e o controle de preços tornaram-se imperativos para empreendimentos. As técnicas de cálculo de custos e contabilidade permitem que as empresas verifiquem os custos de produção e as despesas gerais.

O custeio é um processo limitado a definir o custo do produto conforme as despesas da unidade de produção. A conta de custos é um ramo mais amplo da contabilidade que cuida de todas as despesas que um empreendimento incorre durante o processo de produção. É uma ferramenta essencial para a gestão, pois auxilia na regulação do registro de despesas.


Referências

  1. https://doc1.bibliothek.li/aaw/FLMF019840.pdf
  2. https://www.cfoconsult.nl/wp-content/uploads/2012/10/ABC-support-document_Study-Unit-2.pdf
x
2D vs 3D