Diferença entre Monocotiledônea e Dicotiledônea (com tabela)

Todo ser vivo passa por certos estágios do ciclo de vida. Cada estágio do ciclo de vida serve a um propósito importante ao trazer à existência um produto-chave e à continuidade da própria vida.

As plantas também fazem o mesmo. As plantas são geralmente divididas em dois grupos: Plantas com flores e Plantas sem flores.

As plantas com flores são aquelas que produzem flores para se reproduzir. As plantas que não florescem são aquelas que não produzem flores durante o seu ciclo de vida e dependem dos esporos para a reprodução.

As plantas com flores também são chamadas angiospermas. Todos nós amamos flores devido às suas cores atraentes e um cheiro bonito. Mas como essas flores se reproduzem?

As flores produzem sementes por meio do processo de polinização. A polinização é um processo no qual os grãos de pólen da parte masculina da flor são transferidos para o ovário feminino. As sementes então germinam do solo e sob condições específicas de luz solar, comida e água; eles produzem raízes, folhas, caules e flores. E o ciclo de vida se repete.

Se os dividirmos ainda mais com base na estrutura de suas sementes, haverá dois grupos. Um é chamado de monocotiledôneas ou monocotiledônea e o outro é chamado de dicotiledôneas ou dicot.

Monocot vs Dicot

A diferença entre monocotiledôneas e dicotiledôneas é que monocotiledôneas possuem um cotilédone, enquanto as dicotiledôneas possuem dois. Cotilédone é a parte do embrião dentro da semente que atua como uma fonte de energia inicial para a planta. O cotilédone de uma semente de monocotiledônea é bastante fino e não contém material alimentar suficiente, enquanto os cotilédones em dicotiledôneas são carnudos e contêm os nutrientes necessários.

As outras diferenças entre as sementes de monocotiledôneas e dicotiledôneas estão em suas folhas, flores, caule e raízes.


 

Tabela de comparação entre monocotiledôneas e dicotiledôneas (na forma tabular)

Parâmetro de ComparaçãoMonocotDicot
DefiniçãoAs plantas com sementes com apenas um cotilédone são chamadas de monocotiledôneas.As plantas com sementes com dois cotilédones são chamadas de dicotiledôneas.
FolhasAs nervuras da folha das plantas com sementes de monocotiledôneas são paralelas.As nervuras da folha das plantas com sementes de dicotiledônea têm uma estrutura semelhante a uma rede.
FloresAs flores estão presentes em múltiplos de três.As flores estão presentes em múltiplos de quatro ou cinco.
HasteOs feixes vasculares estão espalhados.Os feixes vasculares apresentam um padrão em forma de anel.
RootsEstrutura fibrosa semelhante a uma raiz.Toque em uma estrutura semelhante à raiz.
ExemplosMilho, trigo, arroz, cana-de-açúcar, bananeiraManga, laranja, tomate, feijão, ervilha

 

O que é Monocot?

Monocot é o tipo de planta com flor em que as sementes têm apenas um cotilédone.

O endosperma, que é o tecido dentro da semente, é volumoso nas monocotiledôneas e atua como o principal suprimento de alimento para a semente. Mas o endosperma reside separadamente do cotilédone dentro da semente.

Além da estrutura da semente, as monocotiledôneas possuem folhas longas, estreitas e com veias paralelas. Você encontraria um padrão semelhante nas folhas de milho, trigo e arroz.

Você pode dizer se uma planta com flor é uma monocotiledônea ou dicotiledônea pelo número de pétalas e partes da flor. Monocotiledôneas geralmente têm pétalas e órgãos em múltiplos de 3.

Os caules de monocotiledôneas tendem a ter feixes vasculares espalhados por todo o tecido do caule. Eles também estão dispostos em direção à borda externa da haste. Os feixes vasculares são como os transportadores de nutrientes que transportam comida e água para o caule.

Se você cavar uma planta com semente de monocotiledônea e observar suas raízes, descobrirá que suas raízes são adventícias, o que significa que as raízes surgem de outras partes da planta que não apenas as raízes, por exemplo, o caule.

As raízes são menores, finas e semelhantes a fios, por isso são chamadas de raízes fibrosas. As raízes adventícias (ou fibrosas) não penetram profundamente no solo e, portanto, são consideradas espécies adequadas para prevenir a erosão do solo.

 

O que é Dicot?

Dicot é o tipo de planta com flor em que as sementes têm dois cotilédones.

O endosperma das sementes de dicotiledônea existe dentro do cotilédone e é responsável pela transferência de nutrientes para as mudas por meio dos cotilédones.

As folhas da planta com semente de dicotiledônea são geralmente redondas e possuem nervuras ramificadas ou reticuladas. Padrões semelhantes podem ser vistos nas folhas de laranja, manga ou ervilha.

As dicotiledôneas tendem a ter partes de flores em múltiplos de quatro ou cinco.

Os caules de dicotiledôneas também têm um formato distinto. Seus feixes vasculares são organizados em formato de anel. Eles têm um sistema de raiz principal. Isso significa que os dicotiledôneas têm uma única raiz dominante a partir da qual outras pequenas raízes germinam lateralmente. As raízes são cavadas mais profundamente no solo e continuam a fazer galhos sob o solo.


Principais diferenças entre monocotiledôneas e dicotiledôneas

As cinco características distintas que nos ajudam a identificar a diferença entre monocotiledôneas e dicotiledôneas estão listadas abaixo:

  1. Monocot as plantas têm um único cotilédone dentro do embrião da semente, enquanto dicot as plantas têm dois cotilédones dentro do embrião da semente.
  2. Monocots tem folhas com veias paralelas enquanto dicot tem folhas com venação ramificada.
  3. Monocot plantas com sementes tendem a ter partes de flores em múltiplos de três, enquanto dicot têm partes de flores em múltiplos de quatro ou cinco.
  4. Monocots têm hastes nas quais os feixes de tecido vascular estão espalhados, enquanto dicot têm hastes nas quais os feixes vasculares estão dispostos em anéis.
  5. As raízes de monocotiledônea as plantas são fibrosas ou adventícias, enquanto as raízes de dicot as plantas têm um sistema de raiz principal.

 

Conclusão

Monocots e dicot são o grupo mais diversificado de plantas com flores. O estudo dos tipos de sementes de plantas com flores é útil de várias maneiras.

Isso nos ajuda a saber como as sementes irão germinar, quais seriam suas necessidades de crescimento e como elas estão ligadas às várias espécies de plantas.

O objetivo por trás dessa classificação é construir uma base forte e prática para estudar o desenvolvimento dos organismos vegetais. Além disso, ajuda os cientistas a comunicar informações a outros seres humanos de forma eficiente.

O estudo da classificação com base na morfologia das plantas tem um impacto direto no avanço do nosso sistema agrícola. Contribui para analisar plantações de alimentos e previne doenças e enfermidades e, portanto, melhora a produção de alimentos.

Portanto, todos esses fatores desempenham um papel significativo em fazer nosso mundo botânico avançar em direção a um futuro melhor.


 

Referências

  1. https://www.pnas.org/content/82/17/5824.short
  2. https://science.sciencemag.org/content/284/5411/154.short
  3. https://www.embopress.org/doi/abs/10.1002/j.1460-2075.1991.tb07806.x