Diferença entre respiração aeróbia e anaeróbia (com tabela)

O processo pelo qual a energia é liberada dentro das células devido à quebra das moléculas de glicose é chamado de respiração celular. Este processo é subdividido em 2 categorias conhecidas como respiração aeróbica e anaeróbia, que se baseia no uso de oxigênio.

Respiração aeróbica vs anaeróbia

A diferença entre a respiração aeróbia e anaeróbia é que o processo de respiração aeróbia é dependente de oxigênio, enquanto a respiração anaeróbia não depende de oxigênio para a produção de energia. O processo de respiração celular ocorre na mitocôndria ou no citoplasma, tanto pelo mecanismo de respiração aeróbia quanto anaeróbica.

A respiração aeróbica é a subcategoria da respiração celular que usa oxigênio para produzir energia a partir dos alimentos. O termo aeróbico é derivado da palavra Oxigênio em si. O subproduto da respiração celular aeróbia é o dióxido de carbono e o trifosfato de adenosina (ATP).

A respiração anaeróbica é a subcategoria da respiração celular que não usa oxigênio para produzir energia a partir dos alimentos. O termo anaeróbio é derivado da palavra Não Oxigênio em si. O subproduto da respiração celular anaeróbica é o ácido láctico e o ATP. Lembre-se de que o ATP é a moeda de energia de todas as células.

As respirações anaeróbicas usam relativamente menos quantidade de energia, pois a glicose não é completamente quebrada em comparação com a respiração celular aeróbica devido à presença de oxigênio no processo de respiração.


 

Tabela de comparação entre respiração aeróbia e anaeróbia (na forma tabular)

Parâmetro de ComparaçãoRespiração aeróbicaRespiração anaeróbica
DefiniçãoA respiração aeróbica envolve a produção de energia, quebrando a glicose usando oxigênio.A respiração anaeróbica envolve a produção de energia, quebrando a glicose sem usar oxigênio.
Duração do ProcessoÉ um processo lento e demorado.É comparativamente mais rápido do que o processo aeróbio.
Processo de CombustãoA respiração aeróbica possui o processo de combustão completo.A respiração anaeróbica tem o processo de combustão incompleto.
RequisitosEnvolve a presença de oxigênio e glicose para que o processo ocorra.Envolve apenas a presença de oxigênio para que o processo ocorra.
Produtos finaisDióxido de carbono e água são produzidos como subprodutos do processo.Etanol, ácido láctico e dióxido de carbono são produzidos como subprodutos.
Quantidade de produção de energiaEnvolve uma grande quantidade de produção de energia devido à presença de oxigênio para quebrar completamente a glicose.Envolve uma quantidade relativamente baixa de produção de energia devido à ausência de oxigênio para quebrar completamente a glicose.
EquaçãoGlicose + Oxigênio à Água + Energia + Dióxido de CarbonoGlicose à Energia + Ácido Lático
ExemplosEucariotos como plantas e animais são exemplos comuns de respiração aeróbica.Os eucariotos, como os presentes nas células musculares humanas e bactérias, leveduras, etc., são exemplos comuns de respiração anaeróbia.

 

O que é respiração aeróbica?

Aerobic Reação química is the enzyme-catalyzed chain reaction that involves breaking down glucose molecules to produce energy in the presence of oxygen.

Os produtos finais dessas reações químicas geram subprodutos como dióxido de carbono, água e muita energia. Cerca de 2.900 kJ / mol de glicose, é liberado como energia após esse processo.

Equação Química para Respiração Aeróbica

Glicose + Oxigênio → Dióxido de carbono + Água + Energia

O dióxido de carbono e a água são produzidos como subprodutos do processo junto com o ATH, ou seja, o trifosfato de adenosina. O ATH direciona energia para as células para conduzir vários processos, como movimento muscular ou síntese química, etc.

Essa respiração química é muito comum em animais e plantas. Se observarmos nosso padrão de respiração, inalamos muito oxigênio e, em troca, exalamos dióxido de carbono.

À medida que o oxigênio chega a diferentes células do corpo que já contém glicose, ela é então quebrada para liberar dióxido de carbono e água.

Isso é utilizado pelo nosso corpo e o dióxido de carbono é então liberado para a atmosfera.

 

O que é respiração anaeróbica?

A reação química anaeróbica é a reação em cadeia catalisada por enzimas que envolve a quebra das moléculas de glicose para produzir energia na ausência de oxigênio.

Os produtos finais dessas reações químicas geram subprodutos como dióxido de carbono, álcool e energia.

Equação Química para Respiração Anaeróbica

Glicose → Álcool + Dióxido de Carbono + Energia

Em resposta à falta de oxigênio no corpo humano, nós, humanos, também tendemos a apresentar respiração química anaeróbica.

Enquanto realizamos tarefas pesadas como correr, jogar, correr ou fazer exercícios, nosso corpo requer muita energia extra.

Essa demanda de energia extra é atendida por nossas células musculares por meio de um processo de respiração anaeróbica.

No caso de você ter uma cãibra muscular ao jogar ou se exercitar, agora você sabe a quem deve culpar.

Devido à falta de oxigênio, a decomposição da glicose não é completa, o que pode resultar no desenvolvimento de ácido láctico como subproduto.

Glicose → Ácido láctico + Energia

Assim, podemos dizer que a respiração anaeróbia produz relativamente menor quantidade de energia em relação à respiração aeróbia devido à falta de oxigênio no processo.


Principais diferenças entre a respiração aeróbia e anaeróbia

Embora ambos sejam métodos de geração de energia por meio da respiração química, existem muitas diferenças entre a respiração aeróbia e a anaeróbia no que diz respeito ao uso de oxigênio e produção de energia.  

  1. A respiração aeróbica envolve o uso de oxigênio para quebrar a glicose, enquanto a respiração anaeróbica envolve a ausência de oxigênio para quebrar a glicose e produzir energia.
  2. A respiração anaeróbica ocorre apenas no citoplasma, enquanto a respiração química anaeróbia ocorre no citoplasma e mitocôndrias.
  3. A respiração química anaeróbica envolve muito menos quantidade de produção de energia em ATPs quando comparada à respiração aeróbica.
  4. O processo de combustão incompleta ocorre na respiração anaeróbica, enquanto a combustão completa é observada na respiração aeróbia.

 

Conclusão

Ambos os processos, isto é, respiração aeróbica e anaeróbica, são importantes para todos os seres vivos sobreviverem, pois o processo de respiração é crucial para a existência de vida na Terra.

As necessidades de energia de vários seres vivos são satisfeitas por esses dois processos de respiração química.

Já a respiração química aeróbia envolve o uso de oxigênio para quebrar a glicose e produzir energia. Por outro lado, a respiração anaeróbica envolve a ausência de oxigênio para quebrar a glicose e produzir energia.

Além disso, a respiração química anaeróbica envolve menos produção de energia devido à falta de oxigênio para quebrar a glicose completamente.

No entanto, isso pode ser realmente crucial nos casos em que o suprimento de oxigênio é muito limitado.

Mas, de forma geral, os processos de respiração aeróbica e anaeróbica são ótimas maneiras para os humanos e todos os seres vivos sobreviverem, pois a respiração química é decisiva para a existência.


 

Referências

  1. https://jb.asm.org/content/178/5/1374.short
  2. https://febs.onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1046/j.1432-1327.1998.2510538.x
  3. https://www.microbiologyresearch.org/content/journal/micro/10.1099/00221287-98-1-231
x
2D vs 3D