Diferença entre sinal e símbolo (com tabela)

Sinais e símbolos são apresentações gráficas. Um sinal é geralmente usado para alertar as pessoas ou alertá-las em algumas situações. Um símbolo é algo que é aceito por um grupo específico de pessoas.

Sinal vs Símbolo

A diferença entre signo e símbolo é que um signo em si é uma linguagem e é usado para se comunicar entre pessoas, enquanto um símbolo representa algo que é aceito por certos grupos de pessoas.

Os símbolos são de natureza abstrata ou subjetiva e exigem interpretação, enquanto os sinais são informativos, consultivos, obrigatórios, proibitivos e de advertência. Um exemplo de sinal são os sinais de trânsito que informam o que está à sua frente ou avisam se houver uma curva repentina ou um quebra-velocidade à frente.

Um exemplo de símbolo pode ser uma cruz que é universalmente aceita, pois representa o Cristianismo ou outros exemplos, como símbolo de wi-fi, botão liga / desliga e muitos mais. Também pode haver diferentes interpretações de um sinal específico, pois diferentes pessoas podem percebê-lo de maneiras diferentes.


 

Tabela de comparação entre sinal e símbolo

Parâmetros de comparaçãoPlacaSímbolo
DefiniçãoO sinal por si só é uma linguagem e é usado para se comunicar entre as pessoas.O símbolo representa algo que é aceito por certos grupos de pessoas.
NaturezaOs sinais de natureza são informativos, consultivos, obrigatórios, proibitivos e de advertência.Os símbolos são abstratos ou de natureza subjetiva.
SignificadoUm sinal pode ter apenas um significado e também pode ser obrigatório para ser seguido por todos.Um símbolo pode ser direcionado apenas a um determinado grupo de pessoas e não ser obrigatório para que todos o sigam.
InterpretaçõesUm sinal tem apenas um significado e, portanto, não pode ser interpretado de outra maneira.Um símbolo tem muitos significados e suas interpretações podem variar, pois as pessoas podem percebê-lo de forma diferente.

 

O que é o sinal?

Um sinal é usado principalmente para alertar as pessoas ou informá-las em determinadas situações. É em si uma linguagem e é usada para se comunicar entre as pessoas. Os sinais de natureza são informativos, consultivos, obrigatórios, proibitivos e de advertência.

Um sinal pode ter apenas um significado e também pode ser obrigatório para ser seguido por todos e, por isso, não pode ser interpretado de outra forma. Os sinais também podem significar o uso de gestos com as mãos ou quaisquer outros gestos para transmitir qualquer tipo de instruções ou informações.

Um sinal deve ser seguido do jeito que está. Também é de natureza descritiva ou, em outras palavras, significa e representa uma coisa específica. Em geral, quando um sinal é colocado em qualquer área, o que ele representa pode ser facilmente interpretado pelas pessoas e elas devem seguir o que significa.

 

O que é símbolo?

símbolo é uma apresentação gráfica que representa algo que é aceito por um grupo específico de pessoas. Os símbolos são abstratos ou de natureza subjetiva e requerem interpretação.

Um símbolo só pode ser direcionado para um determinado grupo de pessoas e não ser obrigatório para que todos o sigam e, por isso, suas interpretações podem variar, pois pessoas diferentes podem percebê-lo de forma diferente das outras. Um símbolo também pode significar uma representação convencional de uma função, processo ou objeto.

Uma cruz é um excelente exemplo do que é um símbolo. É universalmente aceito e representa o Cristianismo. Outros símbolos que são universalmente interpretados da mesma forma são botões de desligar, WiFi, dados móveis ou os polegares para cima e símbolos de paz.


Principais diferenças entre Sinal e Símbolo

  1. O sinal por si só é uma linguagem e é usado para se comunicar entre pessoas e é usado principalmente para alertar as pessoas de algo, enquanto um símbolo representa algo que é aceito por certos grupos de pessoas.
  2. Os sinais por natureza são informativos, consultivos, obrigatórios, proibitivos e de advertência, enquanto os símbolos são abstratos ou subjetivos por natureza e requerem interpretação.
  3. Um sinal pode ter apenas um significado e também pode ser obrigatório para ser seguido por todos, enquanto um símbolo pode ser direcionado apenas para um determinado grupo de pessoas e não ser obrigatório para todos o seguirem.
  4. Um signo tem apenas um significado e por isso não pode ser interpretado de outra forma enquanto um símbolo tem muitos significados e por isso suas interpretações podem variar, pois diferentes pessoas podem percebê-lo de forma diferente das outras.
  5. O exemplo de um sinal seria sinais de trânsito que informam o que está à sua frente ou avisam se houver uma curva repentina ou um freio de velocidade à frente, enquanto o exemplo de um símbolo pode ser uma cruz que é universalmente aceita, pois reprova o Cristianismo, símbolo wi-fi, celular dados ou botão de energia.

 

Conclusão

Ambos os sinais e símbolos são apresentações gráficas. Um sinal é usado principalmente para alertar as pessoas ou informá-las em determinadas situações. É em si uma linguagem e é usada para se comunicar entre as pessoas. Um símbolo é uma apresentação gráfica que representa algo que é aceito por um grupo específico de pessoas. 

Os símbolos são de natureza abstrata ou subjetiva e exigem interpretação, enquanto os sinais são informativos, consultivos, obrigatórios, proibitivos e de advertência. Um sinal pode ter apenas um significado e também pode ser obrigatório para ser seguido por todos e, por isso, não pode ser interpretado de outra forma.

Um símbolo só pode ser direcionado para um determinado grupo de pessoas e não ser obrigatório para que todos o sigam e, por isso, suas interpretações podem variar, pois pessoas diferentes podem percebê-lo de forma diferente das outras. Exemplos de sinal são os sinais de trânsito e de trânsito, enquanto um símbolo pode ser o símbolo WiFi, uma cruz que representa o Cristianismo e muitos outros.


Referências

  1. https://www.jstor.org/stable/750065
  2. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1063650/
x
2D vs 3D