O que é estacionário? | Definição, usos, vantagens e desvantagens

A noção de estacionário é abstrata e concreta, científica e filosófica. A palavra se refere a um estado de imobilidade ou imobilidade, que tem implicações diversas em diferentes campos de estudos. Na física, esse termo foi usado para definir as leis do movimento, enquanto o campo da economia tomou emprestado esse termo para estudar os ciclos de negócios.

Em geral, a palavra se refere a um estado de ser em que todos os movimentos (tanto de avanço quanto de regressão) e mudanças são interrompidos. Isso pode ser alcançado naturalmente ou artificialmente. Na conversa normal, essa palavra é usada de maneiras diferentes.

Com referência a objetos inanimados, esta palavra é usada com frequência porque é seu estado essencial de ser. Quando usada no caso de seres humanos, essa palavra é geralmente usada em um sentido mais profundo. Um estágio estacionário na vida pode se referir a um estado de existência semelhante a um vácuo, no qual não há desenvolvimentos emocionais ou psicológicos.

Usos do termo

  1. Na física, o termo tem sido usado para denotar um período em que todas as condições são imutáveis e constantes. Este termo tem sido usado em referência ao volume de buracos negros e soluções para a equação de Schrodinger, entre vários outros.
  2. Tem sido usado no campo da economia para se referir a certos pontos do ciclo econômico ou explicar as complexidades da utilidade cardinal e marginal.
  3. Em geografia e estudos geológicos, a palavra tem sido usada em referência às placas tectônicas e seus deslocamentos.
  4. Em química, o estudo das moléculas frequentemente emprega esse termo para diferenciar entre o estado aparente de repouso e o movimento interno. Isso também foi usado para definir partículas de onda e luz em um contexto semelhante.
  5. Também se refere a um alternador de campo rotativo de armadura estacionária, uma máquina de alta tensão (no campo da engenharia elétrica).
  6. No léxico da linguagem cotidiana, a palavra é freqüentemente usada para indicar um estado de repouso ou constância.

Vantagens de usar o termo

  1. Em áreas ou estudos científicos, a palavra tem um significado muito específico naquele contexto que agora faz parte do discurso geral.
  2. Nas humanidades, pode ser entendido como algo específico ou abstrato, dependendo das circunstâncias em que é usado.
  3. A existência dessa palavra tornou possível definir certas características essenciais de objetos feitos pelo homem ou naturais, ou de seres vivos como as plantas.

Desvantagens de usar o termo

  1. A palavra é muito comumente confundida pelas pessoas com seu homônimo - papelaria, que tem uso e significado completamente diferentes. Papelaria refere-se a objetos materiais, como material escolar e de escritório.
  2. Em seu sentido abstrato, a palavra pode ser entendida como significando uma vasta variedade de coisas que não estão completamente claras. Quando usado em um contexto concreto enraizado na realidade, pode causar confusões.
  3. Isso ocorre porque a palavra se refere tanto a um estado físico de ser quanto a uma condição psicológica. Em certas situações, pode ser difícil diferenciar as duas implicações de acordo com o contexto.

Referências

  1. https://arxiv.org/abs/1005.1116
  2. https://www.jstor.org/stable/1907722?seq=1#metadata_info_tab_contents
x
2D vs 3D